… e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim …

Sabemos que um Referencial exato contribui para o sucesso de uma construção na Engenharia. E o referencial teórico influencia diretamente nos argumentos de uma discussão filosófica. Assim também a religião deveria ser plenamente modelada pelo seu referencial. Na verdade é! Como você tem experimentado a sua religião? Onde está o seu verdadeiro referencial? Ao praticar o seu cristianismo você se parece com quem? Leia isso: ” Não devemos, pois, olhar para nós mesmos, nem permitir que o pensamento demore no próprio eu, mas olhemos para Cristo. Que o pensamento demore em Seu amor, na formosura e perfeição de Seu caráter. Cristo em Sua abnegação, Cristo em Sua humilhação, Cristo em Sua pureza e santidade, Cristo em Seu incomparável amor – esse é o tema para a contemplação da alma. É amando-O, imitando-O, confiando inteiramente nEle, que haveremos de ser transformados na Sua semelhança. (Caminho a Cristo, p. 10, 71). Talvez o quê mais precisemos é menos de nós mesmos e mais de Jesus Cristo hoje. “… e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim …” Gl 2:20.